Phonétique française


Uma questão é inegável quando falamos sobre a língua francesa: a sonoridade de suas palavras é encantadora, por isso, é mais do que conveniente iniciar o estudo dessa língua irmã compreendendo alguns detalhes de sua fonética.

Antes, no entanto, é pertinente conhecermos o que vem a ser a fonética. Desse modo, temos que a Fonética dedica-se ao estudo dos sons falados, ou seja, a língua em sua realização, enquanto a Fonologia estuda os fonemas da língua. Entende-se por fonema a menor unidade significativa de uma língua, que compõem um sistema linguístico.

Os fonemas distinguem vocábulos, já que cada fonema possui uma unidade significativa. Cabe ressaltar que fonema e letra não é a mesma coisa, pois letra é a representação gráfica dos fonemas de uma língua, enquanto o fonema são as unidades sonoras mínimas da língua. Em alguns casos o número de letras é o mesmo do número de fonemas, mas em outros não há coincidência.                Quando o assunto é a língua francesa, essa incidência de quantidade de letras e fonemas diferentes é bem grande, veja o exemplo:

Por isso, é pertinente conhecermos os sons que a junção destas letras, ou seja, as regras da pronunciação francesa. É valido ressaltar que existem diversas outras regras da fonética francesa, esta é uma pequena amostragem, só para termos uma ideia, ao longo do tempo, outras serão acrescentadas a esta listagem. Observe:

LETRAS / SÍLABAS

SOM

EXEMPLO FONÉTICA
AU/ EAU Ô Oiseau /uazo/
OU U Toujour /Tuju/
OI Soir /sua/
U* “Í” Jus /Jy/

   

 

*É um som intermediário, diferente do “i” que conhecemos, para saber  mais assista ao vídeo abaixo:

 

Au revoir!

Jessica Marquês

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *